sábado, 25 de julho de 2009

Agentes Físicos: breve comentário

Ruído e vibrações estão presentes em inúmeras atividades, principalmente nas indústrias de processamento químico como refinarias e petroquímicas, nas indústria de caldeiraria, tecelagem, automobilística, entre outras. O ruído excessivo pode provocar além da surdez profissional condutiva ou neurossensorial, outros efeitos chamados não auditivos, que deixarão a pessoa nervosa, irritada, sofrendo de insônia, tendo como consequência dificuldades de comunicação e de socialização.

As temperaturas extremas estão presentes na forma do calor produzido na indústria siderúrgica, metalúrgica, fundições, etc e na forma de frio nos frigoríficos, indústria alimentícia e no comércio de produtos perecíveis. A sobrecarga térmica provoca efeitos danosos aos trabalhadores, agredindo o sistema respiratório e endócrino.

O trabalhador estará exposto a radiações ionizantes em ambientes como hospitais, onde se realiza técnicas de radiodiagnóstico e radioterapia, e entidades de pesquisa e produção de fontes radioativas, na exploração mineral de materiais radioativos, nos serviços de inspeção de equipamentos de radiografias e gamagrafias. A exposição a esse tipo de radiação pode provocar vários tipos de câncer e o consequente encurtamento da própria vida, causando efeitos mutagênicos e teratrogênicos, que serão repassados para gerações futuras.

As radiações não ionizantes, como as radiofrequencias e as microondas, ocorrem nas atividades de radiofusão, radionavegação, nas atividades de secagem de materiais e colagem de plásticos. As radiações de infravermelho estão presentes nas atividades industriais, como soldagem e fusão de metais, e nas atividades a céu aberto, como construção civil ou rural. As radiações ultravioleta estão nas operações de solgaem a arco, em salas de esterilização e na indústria gráfica.

Quanto à radiação de raio laser, existe um grande número de aplicações desse tipo de radiação nas impressoras, nas telecomunicações e na medicina em vários tipos de cirurgia.

As radiações não ionizantes, como as radiofrequencias e as microondas, produzem aquecimento localizado, provocando lesões internas no organimos. As radiações de raios infravermelho provocam queimaduras e sobrecarga térmica, e as radiações ultravioleta nas faixas B e C são cancerígenas, sendo a faixa C totalmente bloqueada pela camada de ozônio, bastante ameaçada nos últimos tempos e cuja redução poderá aumentar sensivelmente os caso de câncer de pele.

As situações de pressões atmosféricas anormais podem ocorrer em atividades como as de construção civil, em trabalos em tubulões pressurizados e na atividade de mergulho. O trabalho em ambiente pressurizado faz com que os gases se dissolvam no sangue e nos tecidos, exigindo, após o término da atividade, uma descompressão por estágios e em alguns casos extremamente demorados, em função da pressão e do tempo de exposição. As pressões anormais tem aplicação também na medicina através da oxigenoterapia hiperbárica em casos em que os tratamentos convencionais não tem se mostrado eficientes.

Nenhum comentário: