sábado, 11 de julho de 2009

no acidente de trabalho, utiliza-se...


Dias perdidos: dias corridos de afastamento do trabalho em virtude de lesão pessoal, executados o dia do acidente e o dia da volta ao trabalho.

Dias debitados: dias que se debitam, por incapacidade permanente ou morte, para cálculo do tempo computado.

Tempo computado: tempo contado em "dias perdidos, pelos acidentados, com incapacidade temporária total" mais os "dias debitados pelos acidentados vítimas de morte ou incapacidade permanente, total ou parcial".

Prejuízo material: prejuízo decorrente de danos materiais, perda de tempo e outros ônus resultantes de acidente do trabalho, inclusive danos ao meio ambiente.

Horas-homem de exposição ao risco de acidente: somatório das horas durante as quais os empregados ficam à disposição do empregador, em determinado período.

Taxa de frequencia de acidente: número de acidentes por milhão de horas-homem de exposição ao risco, em determinado período.

Taxa de frequencia de acidentados com lesão com afastamento: número de acidentados com lesão com afastamento por milhão de horas-homem de exposição ao risco, em determinado período.

Taxa de frequencia de acidentados com lesão sem afastamento: número de acidentados com lesão sem afastamento por milhão de horas-homem de exposição ao risco, em determinado período.

Taxa de gravidade: tempo computado por milhão de horas-homem de exposição ao risco, em determinado período.

Empregado: qualquer pessoa com compromisso de prestação de serviço na aréa de trabalho considerada, incluídos estagiários, dirigentes e autônomos.

Análise do acidente: estudo do acidente para a pesquisa de causas, circunstâncias e consequencias.

Estatísticas de acidentes, causas e consequencias: números relativos à ocorrência de acidentes, causas e consequencias devidamente classificados.

Comunicação de acidente: informação que se dá aos órgãos interessados, em formulário próprio, quando da ocorrência de acidente.

Nenhum comentário: