sábado, 15 de agosto de 2009

Condução::: Como ocorre?

Para que haja transmissão por condução ou contato, é necessário que os corpos estejam juntos. Exemplo: se colocarmos a ponta de uma barra de ferro sobre o fogo, após algum tempo, podemos verificar que a outra ponta não exposta à ação do fogo estará aquecida. Nesse caso, o calor se transmitiu de molécula a molécula até atingir a outra extremidade da barra de ferro.

Se colocarmos um fardo de algodão junto a uma chapa de ferro e, na outra face da chapa, a chama de uma maçarico, em breve notaremos que a parte do fardo de algodão encostada na chapa de ferro também estará aquecida.

É a passagem do calor de "material para material", de forma direta ou quando a transmissão do calor se dá através de um corpo, que pode ser, por exemplo, uma viga de metal, uma parede, uma laje, etc. É o que acontece quando seguramos uma agulha e aquecemos sua ponta. Antes mesmo desta ficar vermelha, já ocorre uma transmissão de calor tal que se torna impossível segurá-la com os dedos nus.

Da mesma forma, se temos uma viga de metal como suporte de telhado de um compartimento onde mantemos um estoque de material (papel, por exemplo), a ocorrência de um incêndio (primário) próximo a uma das extremidades da viga pode provocar nesta um aquecimento capaz de, por condução, transmitir o incêndio (secundário) para os materiais que estiverem próximos dela. É fácil percebemos, pelo que já foi visto, que o incêndio secundário surgirá com maior ou menor rapidez, de acordo com o ponto de ignição do material estocado. Além disso, a viga chegará numa temperatura tal que se tornará flexível, fazendo vir a abaixo toda estrutura.

Nenhum comentário: