domingo, 2 de agosto de 2009

Dr. Bernardino Ramazzini


Bernardino Ramazzini, nasceu em Carpi, em 4/10/1633, graduado em Medicina em Parma, em 1659. trabalhou em Viterbo, no Lácio, onde contraiu a maláia e depois, em Módena, a aprtir de 1671 e, em 1676, nomeado professor de medicina na universidade, galgando a chefia em 1682.

Em 1700, passou a ocupar a mesma cadeira na Universidade de Pádua, faleceu de apoplexia em 5/11/1714. Contibuiu para a medicina geral, clínica médica, epidemiologia, sanitarismo, meterologia, filosofia, história, letras, poesia etc.

Segundo Di Pietro, Bernardino Ramazzini pronunciou 16 conferências, escreveu 42 trabalhos científicos incluindo sua obra prima "De Morbis Artificum Diatriba" em três edições, sendo a primeira em Módena, em 1700.

Para ele, a anamnese e a observação clínica eram soberanas, mormente numa época em que não havia estetoscópio e esfigmomanômetro. Ele foi médico dos trabalahadores e seu consutório era o local de trabalho.
Seu humanismo e humildade, além da frequência periódica aos mais sujos locais de trabalho constituem um marco na medicina. Achava que é melhor prevenir do que remediar".Prolatou a pergunta fundamental nas anamneses clínicas; "Qual é a sua profissão"?

Em sua obra prima, Ramazzini descreveu 54 doenças, adentrando em diveras especialidades apresentando-se como clínico geral como Oftalmologia, Estomatologia, Dermatologia, Gastroenterologia, Hematologia, Neurologia, Pneumologia, Cancerologia, Ginecologia, obstetrícia, além de Ergonomia, Biorritmo e os agentes físicos Ruído, Calor etc.

Ele foi um clínico médico, não só um médico do trabalho mas, também, um médico social e prevencionista. Em 12/5/2000, realizou-se no Policlínico da Faculdade de Medicina de Módena, uma homenagem ao mestre com mais de 50 médicos do mundo, sendo quatro brasileiros sob a coordenação do Professor Antônio Grieco do Instituto de Medicina do Trabalho da Faculdade de Medicina de Milão.