terça-feira, 30 de dezembro de 2014

Prevenção de acidentes nas áreas administrativas

Atualmente, muitos dos afastamentos referentes a acidentes de trabalho acontecem nas áreas administrativas, por diversos motivos: lesões por esforços repetitivos – L.E.R. e Distúrbios Osteomusculares Relacionados ao Trabalho – D.O.R.T.; acidentes com eletricidade e no manuseio de estiletes, tesouras e objetos pontiagudos; lesões por má postura ou posição inadequada para as
atividades, além de questões relacionadas a stress e comportamento. 

1. Quais os principais cuidados que devem ser tomados nas áreas administrativas quanto à ergonomia?

- Manuseio de caixas e objetos pesados
Não movimentar peso que exceda 1/3 da própria massa corporal (exemplo: uma pessoa de 70 kg pode manipular, esporadicamente, no máximo 23 kg); transportar peso (por exemplo, objetos) o mais próximo possível do eixo do corpo; trabalhar com a musculatura dos membros inferiores e jamais com a musculatura das costas.

- Movimentos com cadeira giratória com rodas
É bom evitar, tanto pelo risco de torções do corpo como pelo risco de traumas/contusões em móveis ou com outros objetos.

- Orientações básicas sobre postura e apoio para quem fica muito tempo sentado
Coluna apoiada no encosto da cadeira, que deve estar inclinado cerca de 100 a 130 graus em relação ao assento; pescoço alinhado com o restante da coluna vertebral; pés totalmente apoiados no chão, evitando-se dobrar demasiadamente os joelhos; membros superiores com braço ao longo do eixo do corpo e cotovelo dobrado cerca de 90 graus; punho em posição neutra, ou seja, alinhado com o
antebraço.

- Distância e posição do monitor
Distância de cerca de 60 cm, com parte superior da tela do monitor na altura da linha de visão do usuário. 

- Longos períodos de tempo de digitação
Para cada 50 minutos consecutivos de digitação, realizar 10 minutos de outros
tipos de atividades.

2. Fale um pouco sobre os principais riscos de lesões e acidentes nas áreas
administrativas e como o stress em geral pode influenciar.
No dia-a-dia atual dos centros urbanos não é mais possível viver sem ter contato diário com vários fatores estressantes; é importante saber disso para nos prepararmos adequadamente visando a nos adaptar aos estímulos estressores do cotidiano. Dicas: nos momentos de descanso é importante manter um hobby, passear em família nos parques e outros espaços agradáveis, cultivar o hábito da leitura, ir ao cinema e praticar outras atividades de lazer, sempre visando o reequilíbrio do organismo.

3. Fale também sobre as DORT e os fatores relacionados que podem causar ou agravá-las.
DORTs acometem principalmente os membros superiores e região cervical de pessoas que desenvolvem atividades laborais em ambientes desfavoráveis quanto ao ritmo de trabalho, o esforço repetitivo, o excesso de horas-extras, a presença de ergonomia deficiente, o excesso de estímulos estressores, que sãoconsiderados fatores extrínsecos causadores destes distúrbios; mas também há
os fatores intrínsecos, que dependem da pessoa. 
Por exemplo: postura inadequada, instabilidade emocional, distúrbios metabólicos, dentre outros. A Dort surge quando há associação de fatores intrínsecos e extrínsecos. Um grupo de fatores isoladamente não é capaz de originá-la. 

Nenhum comentário: